Nutricionista explica como preparar uma marmita saudável

Levar comida de casa para o trabalho sempre foi um hábito dos trabalhadores brasileiros. Segundo pesquisa da Consultoria Galunion, 60% da população prefere levar marmita ao trabalho a gastar com restaurantes ou delivery.

Segundo Márcia Xavier, nutricionista e professora do curso de Nutrição da Faculdade Santa Marcelina, a alimentação saudável precisa iniciar na infância para criarmos bons hábitos. No entanto, sabemos que muitos fatores contribuem para que isso não ocorra. “Manter uma boa alimentação na fase adulta é muito difícil. Além do mais, nosso gasto energético está cada dia menor, por causas das facilidades tecnológicas. Com isso, se mantivermos maus hábitos alimentares, existe grandes chances de doenças crônicas como hipertensão, diabetes e obesidade”, explica. 

Veja o que deve conter em cada marmita:  

Cereais: arroz (branco ou integral) e macarrão (ao molho ou alho e óleo). 

Leguminosas: feijão (carioca, preto, corda, entre outros), lentilha, ervilha ou grão de bico.

Proteína animal: podem conter carne vermelha (carne cozida, carne moída), frango (cozido, assado, ao molho) ou peixes (cozido ou ao molho)

Verduras: em um pote à parte as opções são alface, tomate, repolho, acelga, rúcula, cenoura e beterraba raladas. 

Legumes: batata, cenoura, brócolis, vagem, todos eles cozidos ou até mesmo assados.  

As frutas entram como uma sobremesa saudável que podem ser inteiras, como: banana, maça, laranja, pera, goiaba, ou, cortadas, como abacaxi, manga, mamão, entre outros. 

#nutricao #nutricionista #alimentacao #marmita

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Icon